Adoção dos Cachorros (e Cadela)

Por Fernando Grostein Andrade

Algum figurão da Fórmula 1 disse uma vez que, se alguém quisesse um amigo na Fórmula 1, era melhor comprar um cachorro. Esta frase não poderia fazer mais sentido para mim: amo cachorros e sinto nesses animais uma companhia, lealdade e carinho que transcendem uma vida inteira. O triste é que eles sempre morrem antes da gente, deixando muita saudade. E é aí que vem aquele momento: como vou escolher meu próximo cão?

Parece que as coisas na vida sempre tem um outro lado, uma outra camada. Fui então descobrir um pouco sobre as questões que estão por trás da compra de um filhote, muitas vezes nada bonitas. Por influência da minha irmã Cláudia, acabei me sensibilizando com a adoção de animais. Bastou um post no facebook e descobri histórias incríveis e é isso que quero dividir com vocês.

No vídeo de hoje conto, a partir da minha experiência pessoal, um pouco sobre minhas descobertas neste mundo. Conheci a Gê, uma protetora de animais, e pedi à ela e a minha colega na Folha, a Lívia (do blog Bom para cachorro), para falarem um pouco sobre o tema. Para ilustrar, imagens de uma campanha muito legal do PEA (ONG que luta contra os maus-tratos de animais) dirigido pela minha sócia Judith Belfer e meus cachorros selvagens, claro.